segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Lavagem..não obrigado !!

Descendo pelas ruas no meu dia a dia...só correria
Vejo estampado em vários rostos a agonia de Josés e Marias
Que já não vivem apenas sobrevivem...essa condição caótica
Embaça minha ótica...fico confuso, perco o fuso
Mas não fujo muito menos me entrego a esse jogo sujo.
O que “eles” querem eu já sei ( querem enganar a quem?)
Tudo sempre dentro da lei...o povo dominado sempre dizendo amém!
Sigo fora disso tudo pois quero ir alem...não vou pisar na cabeça de ninguém por meia dúzia de notas de cem.
Vivendo no meio dos”porcos” sem comer a lavagem...essa é a rota de minha viagem.
O Globo ta inchado...o clima alterado
Destruição da Amazônia e do Cerrado
Nas grandes cidades todos amontoados...até para respirar já ta embaçado
Corrupção rolando solta no senado...o suor do meu povo é combustível
Pra máquina do Estado...cambada de safados!
Onde o capitalismo com seu imperialismo
Prega o consumismo levando nossa gente pro abismo
Isso sim é terrorismo
Se duvidas, proponho a você
Ligue a TV e irá perceber
O que o Sistema tem a oferecer
A fórmula da felicidade vão querer te vender
Te impondo que o importante é ter e não ser
Comprem ...comprem...pois isso sim é crescer
É assim que nos forçam viver
Sem cultura...uma boa leitura...cursando escola até chegar a formatura
Mais nos sobram...viatura...tortura..resquício de ditadura
Mais de 500 anos de vida dura
Por isso não caia nessa armadilha...faça você mesmo sua trilha
Não fortaleça os políticos...corra por sua família!!

Vivendo entre os “porcos” sem comer a lavagem esse é o desafio de minha passagem !!

Tubarão

3 comentários:

Leandro Luiz Rodrigues disse...

Qundo li "Lavagem" pela primeira vez falei para o Jefferson;"Isso é um rap." e sugeri que ele musicasse.Ele respóndeu que iria ler por cima de alguma base. Taí a prova: ele é um rapper. Rapper como os jamaicanos que protestavam fazendo versos sob a base de "Is this love" ou "No more trouble"nas ruas e lotações de Kingston (isso antes do rap se tornar produto da industria estadunidense). Ele é um rapper mesmo que não saiba, que não se veja como tal e lavagem é um autêntico poema de rua, os farelos vomitados nas~mãos d quem os distribuiu...

no disse...

é mesmo, tb ouvi um rap quando li. E adorei o texto, acho que o caminho é esse mesmo. Abraço, força, axé.
Jullye

Eu SouL Eu MC Gatto * Ninja disse...

MANO ...
ACHU KI FOI A MELHOR PARADA KI EU JÁ LI ESSE ANO DE 2009
SEM NEUROSE
PQP
TAMU JUNTU
UM SÓ CAMINHO...