sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Dizeres de 1 Honesto Indignado!

Às vezes na memória vêm as lembranças
De quando na infância não tínhamos maldades
Todos nós éramos crianças

Hoje tudo mudou, a moda quem faz é a imaginação
E aquilo que sempre sonhou, vira meta com um revolver na mão

São meninos bons, que não têm um incentivo
Mais se a educação está em baixa...
...pro crime é dois palitos!

Os pais educam seus filhos lhe batendo com as mãos
Mais se bater désse jeito, não tinha ninguém na prisão

Hey! Você concorda comigo? – Venhamos e convenhamos
Na profissão perigo, me diz quem é que está lucrando

São menores se revoltando, crescendo e no crime se batizando
É péssimo ver isso, meu Deus! Mais até quando?

Vamos ficar a mercê desse sistema que nos manipula...
...a lei é cega? – Ou será que se faz de injusta?

Penaliza aqueles que entram no crime por necessidade
Mais fica pouco tempo preso quem é
Pós-graduado formado na faculdade

Mesmo assim com tudo isso, a nossa vida continua
a culpa não é minha porém também não é sua

Só estou falando isso por que me sinto indignado
Temos que lutar e, mas continuamos ainda sentado!

Brunão ( D’Mente Sagaz)

Um comentário:

Brunão Mente Sagaz disse...

Muito Obrigado Tuba Meu Parceiro, Por te Postado Meu Poema É Nois Sempre